A nossa equipa

O Soalheiro começou numa vinha em 1974. Alguns anos mais tarde, o Ford Escort vermelho saiu da garagem da família para dar lugar à adega onde nasceram as primeiras garrafas de Soalheiro. Começou numa vinha de uma família, mas agora tornou-se numa família de famílias: a nossa equipa. Foi a paixão pela vinha e pelos vinhos que nos juntou e é o respeito pelo Território que nos move.

António Luís Cerdeira

Natural de Melgaço, Luís Cerdeira nasceu no mundo do vinho e da vinha. Conhecedor profundo do Alvarinho, foi no seu percurso profissional responsável durante mais de 20 anos de um Laboratório de Enologia e de uma Câmara de Provadores e passou pela docência de enologia e marketing de vinhos numa instituição de ensino superior, o que lhe incutiu o prazer pela procura contínua do conhecimento. Sempre conciliou essas atividades com a gestão e a enologia do Soalheiro, funções que assume atualmente a tempo inteiro com muito foco e paixão. Com um sorriso espontâneo, conhece o Soalheiro como ninguém.

Tinha dois anos quando os seus pais, com a colaboração dos seus avós, plantaram, em 1974, a primeira vinha contínua de Alvarinho em Melgaço. Filho dos fundadores, foi a grande ligação, desde criança, à viticultura que o conduziu ao curso de Enologia na UTAD (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), concluído em 1994. Depois de terminar o estágio realizado na Borgonha e apesar de acompanhar o seu pai desde que se lembra, é nesse mesmo ano que faz a sua primeira vindima como enólogo do Soalheiro. A procura da organização, da qualidade e da sustentabilidade do território levaram à criação do Clube de Produtores, uma associação sem fins lucrativos cuja gestão assumiu desde 2019. Incentiva constantemente a equipa do Soalheiro á melhoria contínua e tudo o que faz é guiado pela procura da qualidade e diferenciação.

Maria Palmira Cerdeira

A Mãe, alma e coração do Soalheiro, Maria Palmira Cerdeira viu nascer este projeto. Todos os que têm a oportunidade ser recebidos por ela sentem a alma do nosso Território como ninguém. Cofundadora da marca, a sua alegria e vitalidade contagiam todos os que a rodeiam. Durante vários anos, assumiu a coordenação diária da adega, e sendo Professora do Ensino Básico (de formação), é com um dom especial que explica todos os detalhes do Soalheiro e da sua história. Atenta e incondicional, participa ativamente na evolução quotidiana do Soalheiro.

Maria João Cerdeira

Veterinária de formação, a Maria João cresceu no meio da vinha, da terra e dos animais. Atualmente, é gestora e coordena a viticultura do Soalheiro, projeto que abraçou de corpo e alma, em 2004, quando certificou toda a vinha da Quinta de Soalheiro em agricultura biológica, defendendo a viticultura sustentável, baseada no respeito pelo Território. Sempre soube que queria viver aqui, pela ligação à paisagem e às pessoas, relações que tem fortalecido como coordenadora do acompanhamento feito às mais de 150 famílias de viticultores que compõem o nosso Clube de Produtores. A diversidade do Território levou-nos a apostar nas Infusões, projeto que a Maria João acarinhou desde a primeira hora.

Lúcia Barbosa

Rigorosa e exigente, a Lúcia nasceu em Melgaço como muitos outros membros da nossa equipa e a paixão pela região e pelos vinhos fazem dela uma embaixadora do território. Atualmente é responsável pela Adega e Logística, coordena e executa trabalho desde a recepção da uva até à expedição da mercadoria para o cliente. Cria processos e rotinas de trabalho que promovam o espírito de equipa, para que toda a equipa tenha um bom ambiente de trabalho, e se sinta parte da família. Licenciada em Engenharia Agrícola, pela UTAD, o gosto pelo conhecimento levou-a a realizar a Pós-Graduação em Marketing de Vinhos, pelo IPVC e mais tarde, a Pós-Graduação em Enologia na Universidade Católica Portuguesa.

Jorge Esteves

Rigoroso com os números, o Jorge é o responsável pela área contabilística e financeira. Licenciado em Gestão de Empresas (2001), a responsabilidade e a exigência são a sua imagem de marca. Apesar de ser o homem dos números, aprecia gastronomia e vinhos, tendo sido o primeiro a identificar um Syrah numa das nossas provas em equipa. Adora a nossa região, mas sempre que pode vai viajar e conhecer outros cantos ao mundo.

Margarida Fernandes

Aplicada e sempre com vontade de aprender, a Margarida licenciou-se na área da saúde, mas a paixão por Melgaço fez com que regressasse às suas origens e integrasse a nossa equipa de forma entusiasta. A Margarida faz trabalho administrativo no Soalheiro e apoia o Enoturismo e a Comunicação. É mãe de três filhos e diz que o mais importante é a família, daí gostar tanto de trabalhar aqui devido ao espírito familiar do Soalheiro. Para ela é importante ver o Soalheiro a evoluir cada vez mais, sempre com o mesmo espírito.

Daniel Alves

Curioso e comunicativo, o Daniel adora o campo e as vinhas da região, mas a sua paixão é mesmo o processo de vinificação, daí o seu trabalho estar mais focado nas cubas. Na adega executa todas as operações com método e rigor e o seu conhecimento em equipamentos enológicos é uma mais-valia para a equipa. Mas a sua curiosidade leva-o a outra paixão: a descoberta da prova de vinhos. Descreve as etapas de vinificação e os diferentes perfis dos vinhos com um rigor e à vontade que contagia quem o ouve.

Sara Canais

Empenhada e rigorosa, a Sara foi das primeiras a juntar-se a esta família que é o Soalheiro. Melgacense de coração, é uma perfeita embaixadora da região e das tradições gastronómicas da nossa terra. Já está connosco há mais de uma década e diz que já fez um pouco de tudo nesta casa, mas o que gosta mais de fazer é o engarrafamento e embalagem dos vinhos. O processo agora é mais mecanizado, mas a Sara diz que nunca se afasta muito das máquinas, acompanhando sempre o processo com carinho para ter a certeza que tudo está em ordem.

Edmundo Vasques

É na adega da Quinta de Soalheiro que o Edmundo passa a maioria do seu tempo. Dedicação extrema ao cuidado da linha de enchimento, animando os dias com os seus assobios e cantorias, debruça-se em todas as actividades da produção para executar com rigor e dedicação todo o tipo de tarefas. Apaixonado pela gastronomia e pelo rio Minho, faz incursões com algumas receitas muito especiais à base de lampreia. E não é uma lampreia qualquer, porque é ele próprio que as pesca.

Luís Gonçalves

De poucas palavras, o Luís impressiona pela precisão e rigor. A vinha e o vinho estão na sua génese, mas é na adega que passa a maior parte dos dias, sempre com um sorriso.  Veio do mundo da construção e descobriu no Soalheiro a tranquilidade que precisava. Adora a autenticidade e as coisas simples do Território como deixar os filhos correr pelas vinhas. Diz que o lacre é uma arte que exige muita paciência e que lhe dá uma certa calma. Por isso, as garrafas do Soalheiro que precisam deste processo passam pelas suas mãos.

Flávio Esteves

Com o Flávio presente, o ambiente nas vinhas do Soalheiro é sempre animado. Tem um sentido de humor que contagia toda a equipa. É um excelente contador de histórias e imprime dinâmica em toda a equipa com a sua boa energia. Homem dos sete ofícios, proativo e habilidoso, passa a maior parte dos dias na vinha, apoiando ainda nas manutenções e revisões dos equipamentos. O gosto pelo ar-livre nota-se na paixão e respeito com que fala da natureza.

Marta Caldas

A Marta diz que o pai dela plantou a primeira vinha quando ela nasceu e que isso marcou a sua entrada no mundo dos vinhos. Espontânea e divertida, a Marta juntou-se à equipa do Soalheiro para trabalhar no Enoturismo e na Comunicação. Comunicativa, empenhada e trabalhadora, explica os detalhes do terroir e da adega com paixão e entrega. Aliás, basta fazer uma prova com ela para perceber o seu carisma e a sua paixão pelo enoturismo. É uma verdadeira embaixadora do Soalheiro, do Alvarinho e do Território.

Mónica Costa

A Mónica faz parte da equipa de Enoturismo. A sua criatividade e originalidade fazem de cada prova um momento diferente. Inspira-se nos detalhes e vive a paixão pelo terroir. Gosta de apresentar o Soalheiro e o Território a pessoas com histórias de vida tão diversas, vindas dos quatro cantos do mundo. Formou-se em artes visuais e explora a veia artística nas redes sociais.

Susana Ferreira

O sorriso e animação da Susana contagiam quem entra na loja do Soalheiro. De perfil inicial um pouco reservado, quando a conhecer vai surpreender-se. Natural de Melgaço, estudou Gestão e viveu toda a vida fora do Território, mas a necessidade de ter mais tempo para a família trouxe-a de volta. Diz que o importante é trabalhar num sítio onde não se lembre que está a trabalhar e foi isso que encontrou aqui. De forma carinhosa e afetiva explica todos os detalhes dos diferentes perfis de Soalheiro.

Tiago Rodrigues

O Tiago, pela influência do pai, seguiu a formação em construção, mas a paixão pela viticultura falou mais alto e hoje trabalha no campo, ajudando a cuidar das vinhas do Soalheiro. O seu forte é mesmo dirigir as máquinas: tratores e empilhadoras, coisas que faz como se já tivesse nascido atrás do volante. Quando tem tempo, adora cozinhar na vinha e desfrutar das iguarias locais com vista para a paisagem inconfundível do nosso Território.

Rafael Fernandes

Trabalhador e empenhado, o Rafael gosta de colocar as mãos na terra. Trabalhou durante 5 anos numa fábrica de borracha, mas sempre soube aquilo que queria: trabalhar no campo. Surgiu a oportunidade no Soalheiro e agarrou-a com gosto, pois adora estar ao ar livre. Se não o virmos nos campos do Soalheiro, vamos de certeza vê-lo a cuidar das suas próprias vinhas. Divertido, trabalhador e empenhado está atento aos pormenores e cuida, com a restante equipa, de todos os detalhes das nossas vinhas.

António Cerqueira

Sempre atento e organizado, o António vive a vinha de alma e coração. Com rigor, organiza o trabalho diário e garante que nada foge ao planeado. Contagia toda a equipa com o seu bom humor. Sente-se logo uma familiaridade e calma quando se está perto dele. A paixão demorou a aparecer, mas foi perto dos 20 anos que começ̧ou a andar e trabalhar pelo campo. Surgiu a oportunidade de ser tratorista no Soalheiro e decidiu agarrá-la. Valoriza muito o bom ambiente que há no Soalheiro.

Maurício Ferreira

Foi com sede de aprendizagem que o Maurício integrou a equipa Soalheiro. Recém-licenciado em Markting e Comunicação empresarial viu no Soalheiro uma oportunidade de aliar o gosto pelo mundo dos vinhos com a vontade de permanecer na sua terra natal. É na logística que encontra a sua vocação, onde sente que as susas capacaidades são testadas diariamente. Organizado, metódico e dinâmico, utiliza a sua competência para garantir que os produtos Soalheiro cheguem a qualquer parte do mundo em condições excepcionais. Baterista nos tempos livres, é na música que encontra a energia necessária para levar a cabo todas as tarefas com o máximo de rigor.

Miguel Alves

O Miguel é engenheiro agrícola, responsável pela viticultura no Soalheiro e pelo acompanhamento do Clube de Produtores, tendo sempre o foco na sustentabilidade e na responsabilidade ambiental. Já andou a trabalhar por todo Portugal, mas a paixão pelo Território e pelo Alvarinho acabaram por trazê-lo de volta. Adora passar o dia nas vinhas em contacto com os produtores e a ajudar a tornar esta casta numa das mais nobres de Portugal.

Odete Cunha

A Odete tem um sorriso que contagia. Foi pela vinha que chegou ao Soalheiro, passou pela adega e hoje trabalha nas infusões. Participa em todas as fases do processo, desde a reprodução das plantas, toma conta delas enquanto estão nos campos, colhe-as com minúcia para manter a integridade das folhas e embala-as com carinho e atenção. Adora patinagem artística (segue a filha nos treinos e competições) e dançar (apesar de dizer que tem dois pés esquerdos).

João Bicha

Sempre bem-disposto, o João está sempre pronto a ajudar e animar a equipa. Amigo da família de longa data, o João ainda não trabalhava no Soalheiro e já fazia parte das vindimas da casa. É quem trabalha na nossa vindima há mais tempo, por isso ganhou o estatuto de maquinista das prensas. Hoje em dia, faz um pouco de tudo na adega, desde tomar conta das cubas, bâtonnage nas barricas, dégorgement do espumante, engarrafamento e rotulagem.

Carla Pereira

A Carla é natural de Valença, viveu longe muito tempo e acabou por vir morar para Melgaço. Sempre quis vir trabalhar para o Soalheiro já desde a altura em que ia à Festa do Alvarinho e parava na banca do Soalheiro, com os amigos, para beber uma garrafa. É uma amante da gastronomia e dá ótimas dicas de restaurantes. Aplicada e comunicativa, faz agora parte da equipa administrativa onde segue de muito perto as encomendas. A sua boa disposição é contagiante e a sua paixão pelo nosso Território continua a crescer dia após dia.

Carolina Osório

A Carolina saiu das montanhas de Medellin, na Colômbia, impelida pela curiosidade de conhecer não apenas monumentos pelo mundo afora, mas conhecer pessoas. Apaixonou-se pela autenticidade que encontrou nesta região, especialmente no Soalheiro, e por cá ficou. É responsável pelo Enoturismo do Soalheiro, garantindo assim que continua a fazer aquilo que mais gosta: conhecer e comunicar com as pessoas. Acredita no enoturismo como aposta estratégica para alavancar a economia e o turismo no nosso Território. Focada e curiosa, gosta de descobrir, em cada aprendizagem, uma nova oportunidade.

Vítor João

O Vítor João tirou hotelaria e fez um curso de culinária e pastelaria, mas foi a sua paixão por cuidar das vinhas da família e a sua ligação ao vinho que o fez chegar ao Soalheiro. Os seus aniversários no Soalheiro são celebrados com um bolo feito por ele. Trabalha na linha de enchimento e no dégorgement dos espumantes. Multifacetado, uma das suas paixões é a música, arte a que dedica parte dos tempos livres.

Rafael de Sousa

O Rafael entra no Soalheiro para realizar um trabalho temporário. Vindo do mundo da montagem de espetáculos de música, foi desafiado a abraçar uma nova realidade, o que o levou a entrar no universo dos vinhos, integrando a equipa de produção. Multifacetado, realiza trabalhos em diversas áreas da adega, desde a linha de enchimento até à área da logística. O Rafel reforçou a equipa Soalheiro com empenho e entusiasmo, por isso acredita ser uma mais-valia para todos os colegas.

Cláudia Soares

A Cláudia tem rodas nos pés. Está sempre de um lado para o outro para garantir que nunca falhem os detalhes no Soalheiro, gosta de pegar no carro antigo e de viajar na caravana com a família. Os filhos já ganharam esse gosto e volta e meia andam de moto 4 à volta do Soalheiro, o mesmo sítio onde a Cláudia brincava quando tinha a idade deles. Vive junto ao Soalheiro desde que nasceu, tendo passado muitos dias da sua infância na adega, especialmente durante a vindima.

Tiago Fernandes

O Tiago trabalhava num banco até que decidiu mudar de vida e experimentar a vindima no Soalheiro. Fez um pouco de tudo por cá até passar para a área administrativa do Soalheiro. Espera que o seu curso de Geografia e Planeamento possa ajudar o Soalheiro em projetos futuros e inovadores que promovam este Território de que tanto gosta.

Cátia Costa

Ao falar com a Cátia, percebe-se logo o seu entusiasmo em trabalhar cá. Nas palavras dela: “a COVID fechou uma janela, mas o Soalheiro abriu uma porta!”. Já tinha ouvido falar da família Soalheiro, e constatou que a fama faz justiça à realidade. Sentiu-se bem acolhida e adaptou-se muito bem à nossa mentalidade, aprendendo algo diferente todos os dias e desenrascando soluções pelo caminho, deixando o Soalheiro a brilhar ainda mais.

João Almeida

O João decidiu trocar o ritmo acelerado do Porto e da televisão pela calma do Território. Dois dias depois de se ter instalado aqui descobriu que ia ser pai, arregaçou as mangas e comprou uma vinha. Veio até ao Soalheiro para integrar o Clube de Produtores e acabou a trabalhar na comunicação do Soalheiro. Diz que a qualidade humana e beleza do Território continuam a surpreendê-lo todos os dias.

Cláudia Melo

A Cláudia faz questão que a nossa adega esteja sempre limpa, bonita e a brilhar, algo que já fazia no seu gabinete de estética, que deixou quando soube que havia uma oportunidade de trabalhar no Soalheiro. Sempre disposta a ajudar em qualquer coisa, a Cláudia diz que os dias por aqui não custam a passar porque é como se estivesse em casa, com a diferença dos seus dois filhos não andarem a correr de volta dela.

Inês Domingues

A Inês resolveu utilizar as suas férias para vir trabalhar na área de infusões do Soalheiro porque queria ter experiências novas. Já tinha vindo vindimar connosco e tinha gostado muito das pessoas e do ambiente. No final dessas férias descobriu que queria ficar e fazer parte deste projeto novo e ambicioso, porque, para ela, ver o resultado final das infusões e o gosto das pessoas pelas mesmas é o mais gratificante.

Tinatin Enukidze

A Tina é da Geórgia, partilhando a sua origem com o vinho. O amor que tem pelo vinho levou-a a estudar por várias regiões na Europa, mas, como costuma dizer, Portugal foi o país que conquistou o seu coração para sempre. Os primeiros portugueses que conheceu foram a equipa do Soalheiro, quando veio fazer um estágio de produção de vinhos em 2019. Foi aí que se apaixonou pelo nosso Território e, um ano depois, juntou-se à nossa equipa para integrar projetos de enoturismo, fazendo agora também parte da nossa equipa de comunicação.

André Moreira

O André deu desenvolveu o projeto das infusões no Soalheiro desde o início. Como biólogo, tem o rigor e o método que as plantas exigem, e a criatividade de as transformar em algo saudável e maravilhoso. O seu objetivo é continuar a melhorar a qualidade das infusões e criar infusões de autor futuramente, porque credita que o projeto das infusões tem um potencial incrível.

André Silva

O André é o mais novo e mais recente membro da nossa equipa da vinha. Nascido em Melgaço, a paixão que tem pela viticultura reflete-se na dedicação que emprega no seu trabalho diário. Juntou-se a nós para fazer o estágio de final de curso e acabou por juntar-se à nossa equipa. Faz um pouco de tudo no Soalheiro, mas o que gosta mesmo é de estar ao ar livre, rodeado de vinhas e montanhas.

Andreia Silva

Integrar a equipa das infusões trouxe uma grande alegria à Andreia. Gosta especialmente da secagem das infusões, porque assegura a manutenção de todas as qualidades que as plantas desenvolvem. Gosta de respeitar aquilo que a natureza cria e assegurar que todo o processo se desenrola de forma harmoniosa, preservando a integridade da folha e um alto teor de óleos essenciais. Tem orgulho em fazer parte de um projeto inovador no nosso Território e contente por este poder chegar a qualquer pessoa, em qualquer lugar.

Juliana Pires

A Juliana nasceu e cresceu em Melgaço, mas foi em Coimbra que encontrou a paixão pelo Design Gráfico. Rapidamente quis voltar para o norte e encontrou no Soalheiro um lugar para crescer. Sempre bem humorada, divertida e com muita vontade de aprender, faz agora parte da equipa de comunicação como designer. Cada projeto é um desafio onde aplica a sua paixão e tenta deixar a sua marca, sempre com olho na “personalidade” do Soalheiro.